Ajude

Menu Ajude

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II

Assim como no Ensino Fundamental I, o processo de ensino e aprendizagem no Ensino Fundamental II atende aos “Princípios Filosóficos de Educação do Solar Meninos de Luz”, à LDB – Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e ao Relatório da UNESCO, pela Comissão Internacional de Educação para o Século XXI: os quatro pilares da educação: “aprender a conhecer, aprender a ser, aprender a conviver, aprender a fazer”. Promove a construção de pensamento e apropriação de conhecimento dentro das diferentes áreas de conhecimento escolar, colabora na formação da personalidade, no desenvolvimento da consciência crítica e na promoção de oportunidade de reflexão e interesse pela vida político-econômico-social do país e de outras nações.

(Veja “Princípios Filosóficos de Educação” no Programa Educação Integral).

Objetivos
  • Construção de pensamento lógico-matemático, da linguagem escrita e falada, e aprofundamento dos conhecimentos de história, geografia, ciências naturais e artes. Esse trabalho de construção e apropriação do conhecimento institucionalizado é realizando buscando considerar as relações transversais dos conteúdos de cada área.
  • Formação polivalente e holística da personalidade dos alunos através do espaço de aprendizagem de todas as formas de cultura, por meio do ensino de educação física, de línguas estrangeiras (Espanhol e Inglês), de linguagem tecnológica (informática), do contato com diferentes oficinas artísticas (dança, música, capoeira, etc.), culinárias, jornalísticas, dentre outras.
  • Desenvolvimento da consciência crítica e da autonomia, por meio do trabalho com projetos transdisciplinares, os quais permitem aos alunos a pesquisa, construção e apropriação de conhecimentos advindos de diferentes áreas do saber e a aplicação prática destes no cotidiano fora da escola. A consciência crítica é responsável pela formação questionadora dos alunos, importante para problematizar discursos de diferentes ordens, como os discursos políticos, religiosos, sociais, etc. A autonomia envolve desenvolver no aluno o caráter pesquisador do aluno, importante para busca de soluções para problemas – o que se aplica para além dos muros da escola. Essa autonomia e o pensamento crítico são de extrema importância para o preparo do aluno no tocante ao que ele encontrará no Ensino Médio, período do ensino cujo foco é o preparo para o vestibular.
  • Promoção de oportunidades de reflexão e interesse pela vida político-econômico-social do país e de outras nações, tendo por objetivo uma formação política saudável e uma noção de responsabilidade e de convivência social, o que inclui cuidados com o meio ambiente, noções históricas e geográficas relevantes para formação cidadã e estímulo de discussões de temas pertinentes a diferentes esferas que constituem a sociedade e focadas principalmente na compreensão do papel individual dentro do coletivo, de forma a haver uma convivência coletiva harmônica e justa.
Metas
  • Auxiliar o aluno a desenvolver suas capacidades reflexivas, críticas, e sua competência autônoma por meio do trabalho com projetos que proponham a transversalidade entre as disciplinas. Essas competências são de extrema relevância para preparar o aluno quanto à maturidade e características investigativas necessárias para melhor aproveitamento dos saberes tratados no Ensino Médio, cujo foco principal é possibilitar o ingresso em universidades e bons empregos, ao término do curso.
  • Proporcionar um espaço de ensino-aprendizagem dentro do qual o aluno possa construir conhecimento a partir da prática com vistas a desenvolver habilidades necessárias ao convívio social e progresso da sociedade. Sendo assim, a escola busca desenvolver características nos alunos como o senso de coletivo, o altruísmo, o amor e o respeito ao próximo, a reflexão crítica sobre o papel individual dentro do grupo social, a autonomia para buscar solução de problemas que emerjam na rotina ao longo do processo de progresso natural da sociedade.
Práticas Pedagógicas
  • Estímulo à característica questionadora dos alunos e da capacidade destes de argumentar e de associar ideias a partir de discussões que proporcionam a construção de conhecimentos de diversas esferas.
  • Conteúdos contextualizados, com todas as disciplinas considerando as implicações sociais ou aplicações práticas dos conhecimentos de ordem institucional.
  • Atividades transdisciplinares, que se realizam em projetos, aulas que envolvam diferentes disciplinas em um objetivo comum, no jornal da escola.
  • Utilização da plataforma Moodle, que serve de grande auxílio às propostas transdisciplinares, já que é o espaço onde constam os conteúdos programáticos de todas as disciplinas e onde tanto os profissionais como os alunos podem interagir sem a exposição virtual comum às outras redes sociais.
  • Passeios com fins educativos, como as idas a museus; palestras sobre temas que são foco de discussões correntes, como tecnologia e sustentabilidade, políticas públicas em saúde, educação, segurança, feminismo, etc, as quais propõem um espaço de reflexões importantes quanto ao momento histórico, social e cultural vivenciado pelos alunos da instituição.
  • Realização de feiras: Feira Cultural e Feira de Ciências.
  • Realização de Olimpíadas, com jogos de diferentes modalidades esportivas e interação entre alunos de diferentes idades – todos os alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio se reúnem nas Olimpíadas para participar dos jogos.
  • Trabalho com diferentes mídias, como a construção de jogos, gravação de vídeos, apresentação dos alunos utilizando recursos como power point, utilização de tablets para pesquisa e aprofundamento dos conteúdos.
  • Participação no Grêmio Estudantil
  • Na parte da tarde, são realizadas oficinas que estimulam as inteligências emocionais, físicas, sócio-interacionistas, abarcando modalidades como yoga, danças, capoeira e outras artes.
  • Na tentativa de buscar um ensino para além dos muros da escola, o corpo docente procura desenvolver trabalhos que possibilitem a articulação entre a escola e a comunidade na qual a instituição está inserida, propondo projetos como o jornal, mapeamento da comunidade, trabalho solidário, festas escolares, como a festa junina e o café da manhã do dia das mães, enfim, atividades que estimulem o envolvimento entre alunos e seus familiares, que são moradores da comunidade.
Tributo de gratidão aos que promovem a educação do Ensino Fundamental II

“Mestres amigos, muito obrigada! Comovem-nos sua dedicação, seu amor e sua competência acadêmica na construção de saberes e valores ético-morais junto aos amados alunos​, na fase mais difícil de seu desenvolvimento,  o da pré-adolescência e início da adolescência, quando ainda vivem o importante estágio das operações concretas e iniciam o das operações formais, alicerçando as conquistas futuras. Vocês são os responsáveis pela transformação​ ​dessas preciosas​ vidas​, ​ que alcançarão ​sucesso pessoal e profissional, assim modificando, por sua vez, o mundo em que vivemos”.

Solar Meninos de Luz
Presidente e Diretores

Profissionais do Ensino Fundamental II

Diretora Pedagógica: Ivonete da Silva Mendes
Auxiliar de coordenação:
Cíntia Santana da Silva
Professora de Português e Redação:
Helena Faria.
Professora de Português, Literatura e Redação: Cybelle Borges.
Professores de Matemática: Fabrício Cardoso e Thaís Cerqueira.
Professores de Ciências: Débora Rocha e Rodrigo Abreu.
Professores de Geografia: Paula Coelho e Raphael Chiote.
Professores de História: Marcella Albaine e Rafael Betencourt.
Professora de Espanhol: Rosa Nascimento.
Professor de Inglês: Lourival Coelho.
Professores de Artes: Isabelle Pacheco e Schaiane Alves.
Professora de Informática: Aline Almeida Santos.
Professor de Educação Física: André Luiz.
Auxiliar de Turma do 6º ano: Liliane Ribeiro.
Auxiliar de Turma do 7º ano: Alessandra Bittencourt.
Auxiliar de Turma do 8º ano: Larissa Lopes.
Auxiliar de Turma do 9º ano: Silvia Pimentel.
Inspetores: Manoel Francisco Gomes e Severino Francisco Gomes.

Alunos participam de Campeonato de Xadrez.
Alunos fazem aula de Ioga com Monge Swamiji.
Alunos do 9º ano plantam um Jardim de Poesias na Primavera.

Novidades